05 de maio de 2021
Campo Grande 34º 20º

Reflexos da Lama Asfáltica

Giroto pede afastamento de cargo no Ministério dos Transportes

A- A+

O ex-deputado federal, Edson Giroto (PR) pediu hoje, dia 09, afastamento do cargo de assessor especial do Ministério dos Transportes, depois que a Operação Lama Asfáltica, feita pela Polícia Federal, Receita Federal, Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal, foi desencadeada, investigando três contratos com o poder público, que somam R$ 45 milhões e deram prejuízo de R$ 11 milhões aos cofres públicos.

O afastamento foi comunicado em nota pelo titular da pasta, ministro Antonio Carlos Rodrigues. Giroto justificou que o afastamento é para tratar de “assuntos particulares”. Na manhã de hoje a mansão do ex-deputado, que fica no Residencial Dahma, avaliada em R$ 7 milhões, foi um dos alvos da operação.