21 de janeiro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Governador atende a Olarte e promete resolver falta de remédios em Campo Grande

O governador André Puccinelli (PMDB) prometeu ao prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), que resolverá o problema de desabastecimento de remédios nos postos de saúde da Capital em até 72 horas. Apesar de a saúde estar em gestão plena no município, o governador garantiu que nunca se negou a ajudar os campo-grandenses e que está feliz com a atuação de Olarte.

Puccinelli afirma que sempre esteve à disposição de todos os prefeitos de Mato Grosso do Sul, independente de sigla partidária, e critica o ex-prefeito cassado por improbidade administrativa, Alcides Bernal (PP). Segundo ele, Bernal errou ao tentar governar sozinho e ao recusar ajuda estadual como fez quando ele cedeu cerca de 400 servidores estaduais para atuar em algumas creches do município.

“Não vou fazer monções de mérito ao Olarte, mas ele tomou uma decisão muito inteligente de procurar a ajuda do governador e de instalar clima de paz e harmonia”, declarou. De acordo com Puccinelli, a vontade de ajudar Campo Grande é tão evidente que Olarte solicitou a audiência ontem e já foi atendido hoje.

O governador ainda recordou que ajudou no abastecimento de remédios na gestão de Bernal e disponibilizou recursos para que a Santa Casa de Campo Grande possa desafogar-se um pouco das dívidas. “A minha preocupação é com a população. Se o campo-grandense estiver contente, o sul-mato-grossense vai estar a contente. Estou à disposição do Gilmar Olarte que teve uma atitude inteligente, rápida e ágil. Nomeou o time e trouxe aqui”, enfatizou.

O prefeito Gilmar Olarte adiantou que os secretários nomeados ficaram de entregar um levantamento de todas as pastas até quinta-feira e que já procurou o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) para formar uma parceria e agilizar a sinalização das vias na Capital para evitar acidentes.

Diana Christie e Dany Nascimento