17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Governador determina reativação do contorno ferroviário em Três Lagoas

A retomada das obras de construção dos mais de 12 quilômetros do contorno ferroviário de Três Lagoas foi determinada, na manhã desta sexta-feira (10), pelo governador André Puccinelli, que adiantou um prazo de seis meses para a conclusão. Tal afirmação foi feita durante a assinatura da ordem de serviço, realizada praticamente embaixo do ferroduto construído por sobre a BR-158 (km 02), em solenidade concorrida com a presença da prefeita Marcia Moura, deputado federal Akira Otsubo, representante da Agesul e da empreiteira contratada para retomar as obras, além de secretários municipais e vereadores. Segundo o governador, as obras não foram concluídas no prazo (pouco mais de um ano, entre 2010 e 2011) devido à “incompetência e omissão do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre) de Brasília, que em dado momento chamou para si a responsabilidade da construção e depois não conseguiu sua execução”. As obras do contorno ferroviário de Três Lagoas foram interrompidas há mais de dois anos.”PUXÃO DE ORELHAS” Com documentação da Justiça nas mãos, André destacou que, a partir disso, o Ministério Público Federal “chamou a atenção” do Dnit e da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos de MS), cuja ação levou a Justiça a determinar o imediato reinício das obras, dando um prazo de seis meses para a conclusão. Em abril deste ano, o Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul (MPF/MS) conseguiu o bloqueio judicial de R$ 2.339.745,30 em bens de seis envolvidos na obra por prejuízos causados pelo atraso e paralisação. O obra foi orçada inicialmente em R$ 37.468.019,15 e é custeada pelo convênio DIF/TT n.º 137/2008, entre a União, por intermédio do DNIT, e o Governo de Mato Grosso do Sul, sendo a Agesul responsável pela execução.

APELO

Tendo ao seu lado Marcos da Silva Ramos, da CNT Engenharia Ltda (responsável pelas obras), Puccinelli, emocionado e apontando para o ferroduto, fez um apelo ao engenheiro: vim a Três Lagoas especialmente pra honrar compromisso que assumi em 2008 e prestar contas com esta cidade e região; Marcos, eu preciso, Três Lagoas quer esta obra emblemática seja concluída”. Para garantir que a a obra seja concluída dentro do novo prazo, o governador assegurou que vai, pessoalmente, vir a Três Lagoas fiscalizar. “Vou vir de 15 em 15 dias se preciso. Até 31 de dezembro deste ano, se não chover, vamos concluir”, garantiu, chamando a atenção ainda do engenheiro Dirceu Deguti, da Agesul local, para que se desdobre na fiscalização e dispenda, se precisar, de aportes financeiros. “”Se precisar vamos [o Estado] acostar recursos para conclusão das obras”, determinou André.

O PROJETO

O contorno ferroviário terá 12,4 quilômetros de extensão. Além de dar mais segurança aos motoristas e pedestres, o novo traçado dos trilhos deve facilitar o transporte para o escoamento da produção. Conforme o governador, são cerca de 40 travessias ao longo da ferrovia que, principalmente, na parte urbana deverão dar mais tranquilidade ao trânsito de veículos, evitando acidentes. Perfil News