20 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 26º

AÇÕES | PARLAMENTARES

Grupo de vereadores fiscalizaram terminais nesta 6ª feira (26.mar.2021)

Beto Avelar, Camila Jara, Clodoilson, Alírio Villasanti, Dr. Sandro, ProfºAndré Luís, Tiago Vargas e Ronilço Guerreiro se dividiram pela Capital

A- A+

Fora dos gabinetes, vereadores estiveram em terminais de transporte público nesta 6ª feira (26.mar.2021), como fiscais. Beto Avelar, Camila Jara, Clodoilson Pires, Coronel Alírio Villasanti, Dr. Sandro Benites, Professor André Luís, Tiago Vargas e Ronilço Guerreiro, se dividiram pela Capital para realizar a fiscalização nos locais.

Segundo assessoria da Câmara Municipal, essa ação é parte das atividades propostas por uma comissão formada por alguns vereadores, visando avaliar internamente se o serviço oferecido para população é satisfatório, assim como observar se as ações de biossegurança estão sendo respeitadas.

“É nosso papel como vereador cuidar, cobrar e reivindicar melhorias para a população. Hoje estou nos terminais, acompanhando o que tem passado as pessoas que precisam do transporte público para trabalhar e ouvir as reivindicações. Lutei muito para ser vereador e hoje vivemos um momento difícil para qualquer legislatura, mas não vou deixar de estar nas ruas buscando soluções para os problemas das pessoas”, comentou Ronilço, em ação nos terminais General Osório e Nova Bahia, ao lado de Camila Jara.

A Casa de Leis encaminhou ainda um ofício à Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), com cópia ao Consórcio Guaicurus. “É triste e vergonhoso ver esta situação que os nossos trabalhadores passam todos os dias para encararem um dia de trabalho. A falta de ônibus acarreta inúmeros fatores que afetam toda uma cadeia, desde atrasos no trabalho, aglomerações, e muitos outros prejuízos na sociedade“, afirmou Tiago Vargas.

Mesmo com algumas atividades paradas, os terminais seguem lotados, principalmente em horários de pico, ao meio-dia e final da tarde. “Eu trabalho numa banca do Nova Bahia e vejo o sofrimento das pessoas no fim da tarde, principalmente as que precisam de transporte para o Anache ou Vida Nova. Se não querem aglomeração é preciso colocar mais ônibus”, disse a moradora do bairro José Tavares, Alessandra da Silva.

Os vereadores seguem fazendo seu papel, mesmo com os gabinetes fechados em respeito ao decreto que estipulou o "fecha tudo".“Não vamos ficar de braços cruzados. A nossa população não pode ficar à mercê do transporte público. O que tiver que fiscalizar e cobrar, eu, como vereador de Campo Grande, vou fazer e não aceitarei um serviço precário como esse. Sou a favor de uma CPI do Consórcio Guaicurus e, se possível, a saída dessa empresa”, finalizou Tiago Vargas.

Vereador Tiago Vargas fiscalizou o terminal Guaicurus, onde identificou  excesso de lotação