24 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 22º

"Habeas Corpus de Gilmar Olarte foi para constranger", afirma advogado

O advogado do prefeito Gilmar Olarte (PP), Jail Benitez Azambuja, informou à imprensa há pouco, que o Habeas Corpus impetrado no STJ (Superior Tribunal de Justiça), foi sem o conhecimento de Olarte, somente com o intuito de constrangê-lo. O advogado que teria entrado com o pedido do Habeas Corpus foi Eduardo Garcia da Silveira Neto.Ainda de acordo com Jail, não é necessário que haja uma procuração autorizando esse pedido. “Ele ingressou porque não precisa de procuração, mas sem o consentimento do prefeito Gilmar Olarte, isso é crime”. O advogado informou que foi entrado com o pedido para a extinção desse processo. “Ele vai responder cível e criminalmente por essa atitude. Foi para denegrir a imagem de Gilmar Olarte nas redes sociais, dizendo que o prefeito está tentando se livrar de prisão”. Questionado sobre o dia em que Gilmar será ouvido pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado), Jail disse que nos próximos 15 dias poderá depor. “Ele está a disposição para ser ouvido”. Tayná Biazus