22 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 20º

CRAQUE ARGENTINO

Herança deixada por Maradona é de R$ 2,6 bilhões e será disputado entre 11 filhos

A definição sobre o futuro do patrimônio do jogador promete ser complicada porque ele deixou cinco filhos reconhecidos e mais outros seis que buscam comprovar a paternidade

O ídolo argentino Diego Maradona deixou para a família e os filhos um variado patrimônio  avaliado em R$ 2,6 bilhões,  após sua morte na última 4ª-feira (25.nov.2020). O levantamento do patrimônio de Maradona foi realizado pelo site Celebrity Net Worth, especializado em finanças de famosos.  

Em 1980 os contratos com atletas do futebol eram menos generosos do que os fechados atualmente, por isso, Maradona, apesar de ser o maior de seu tempo não ganhou tanto dinheiro com futebol, isso se comparado aos atletas de atualmente.

O argentino deixou para a família cinco imóveis em Buenos Aires, diversos carros de luxo e até um anel de brilhantes recebido de presente na época em que trabalhou na Bielo-Rússia.

Ao longo de 60 anos o craque argentino acumulou uma boa quantia em salários e também em contratos de patrocínio com empresas. Dos acordos em vigor, Maradona mantinha principalmente o acordo para dirigir o Gimnasia y Esgrima, de La Plata, e vínculo com jogos de vídeo game para a utilização de sua imagem. O argentino mantinha ainda investimentos no setor hoteleiro de Cuba, negócios na Itália e uma rede de escolas de futebol na China.

A definição sobre o futuro do patrimônio do jogador promete ser complicada porque ele deixou cinco filhos reconhecidos e mais outros seis que buscam comprovar a paternidade. Do casamento com Claudia Villafañe, Maradona teve Dalma e Gianinna. Mais recentemente, nasceu eu 2013 Diego Fernando, filho de Verónica Ojeda. Em 2014 o craque assumiu ser pai de Jana e em 2016 aceitou judicialmente a paternidade do italiano Diego Sinagra Maradona.

Ainda correm na Justiça outros seis processos de possíveis filhos do astro. Todos são movidos por jovens de 19 a 24 anos. Os cubanos Javielito, Lu, Johanna e Harold são alguns deles. Os outros dois restantes são argentinos: Santiago Lara e Magalí Gil.