22 de outubro de 2021
Campo Grande 32º 17º

Bela Vista

Investimentos de R$ 7,3 milhões em pontes de concreto reforçam compromisso do Governo com Bela Vista

A- A+

Investimentos de R$ 7,3 milhões na construção de seis pontes de concreto em Bela Vista reforçam o compromisso Governo do Estado com o município. Do total de recursos, R$ 2,2 milhões foram investidos em duas travessias que já construídas e entregues. Outros R$ 5,1 milhões estimados serão aplicados em seis pontes que estão em processo de licitação.

Das ligações entregues, uma tem 70 metros de comprimento por seis de largura e fica sobre o rio Caracol, na estrada vicinal que liga Bela Vista a Caracol (R$ 1,4 milhão); e outra possui 14 metros de distância por seis de largura e está sobre o córrego Damacuê, também próximo à estrada vicinal (R$ 797,7 mil, com contrapartida da União por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil).

As construções objetivam o desenvolvimento e o progresso da região, afirma o governador Reinaldo Azambuja. “Pontes são alternativas de transporte e produção”, explica o gestor. Segundo ele, o Estado prevê investimentos de mais de R$ 104 milhões em 90 pontes de concreto em 39 municípios de Mato Grosso do Sul.

“Dessas 90 pontes, 31 já entregamos, 21 estão em execução e outras 38 passam por processo de licitação. Vamos totalizar o maior número de pontes de concreto já construídas em Mato Grosso do Sul. Isso significa desenvolvimento, progresso e, principalmente, integração entre nossos municípios”, pontua o governador.

Para o presidente do Sindicato Rural de Bela Vista, Leandro Mello Acioly, a construção das pontes fomentam, ainda, o trabalho agropecuário na região, principalmente para escoar a produção. “Agradecemos a obra da ponte do córrego Damacuê, próximo à estrada vicinal”, disse ele em reunião com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Migliolli, em fevereiro deste ano.

Processos em licitação

Além das duas pontes já entregues pelo Governo do Estado em Bela Vista, outras quatro estão em processo de licitação – três na fase da obra e uma na fase do projeto.

Os investimentos previstos nas novas travessias são: R$ 883,5 mil na ponte de 30 metros de comprimento sobre o córrego Apamim, na estrada Damacuê; R$ 1,1 milhão na ligação de concreto de 39,6 metros de extensão que será erguida sobre o rio Apa, na Estrada Damacuê; R$ 1,3 milhão na construção da passagem de 53,7 metros de distância sobre o Rio Piripucu, na MS-472/estrada Caieira; e R$ 1,6 milhão na ponte de 60 metros de comprimento sobre o córrego Vacadiga, na MS-472.