17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Puccinelli vai a Brasília conversar com Dilma sobre aliança entre PMDB e PT no Estado

O deputado estadual e presidente da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Jerson Domingos (PMDB) afirmou na tarde de hoje que a reunião realizada, hoje pela manhã, entre o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) e a presidente Dilma Rousseff (PT) em Brasília foi para tratar da possível aliança entre os dois partidos no Estado.

“Eu acredito que um dos assuntos discutidos entre a presidente Dilma e o governador André Puccinelli será a possibilidade de formar uma aliança entre os partidos aqui no Estado, o que seria bom para todos. Eu defendo que essa aliança seja feita, mas caso isso não aconteça, manterei meu apoio do pré-candidato Delcídio do Amaral (PT)”.

Cogitando a possibilidade de se licenciar do PMDB para apoiar Dilma Rousseff (PT) nas eleições de 2014, Jerson ressalta que caso o partido decida ser contrário a presidente, seu licenciamento pode acontecer na próxima semana. “Retornando de Brasília, eu acredito que o André vai reunir o diretório do PMDB para explicar tudo que foi tratado com a presidente, e caso o partido decida ser contrário ao apoio a Dilma, estarei me licenciando do partido na próxima semana”, afirma o deputado.

O presidente ressalta ainda que o partido deveria seguir o posicionamento da maior liderança peemedebista, o governador, que já declarou apoio à presidente, demonstrando gratidão ao trabalho realizado por Dilma pelo Mato Grosso do Sul. “O próprio governador que é a maior liderança do PMDB já declarou que apoia a presidente e eu estou com ele, caminharei ao lado do governador apoiando a Dilma. Creio que os membros do PMDB devem repensar no apoio e retribuir tudo que a presidente fez pelo nosso Estado”, diz Jerson.

Dany Nascimento