05 de agosto de 2021
Campo Grande 28º 15º

Jerson afirma que Nelsinho está contrariando a vontade da maior liderança do PMDB

A- A+

Diante de várias declarações do governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB) sobre seu apoio a presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de 2014, o deputado Jerson Domingos (PMDB) que também pretende caminhar com o PT (Partido dos Trabalhadores), ressaltou que a maior liderança do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) está apoiando a presidente e o único que está se mostrando contrário é o pré-candidato ao governo do Estado, Nelson Trad Filho (PMDB).

“Depois dizem que eu sou contrário às vontades do partido, sendo que o próprio governador que é a maior liderança do PMDB defende apoio a presidente Dilma Rousseff (PT) por tudo que ela fez no Estado. Já o Nelsinho vem declarando que não apoiará a presidente, então quem será que está contrariando o partido? Eu estou caminhando ao lado da mesma vontade do governador, apoiando a Dilma, já ele vive declarando que apoiará outro candidato”, afirma o presidente da ALMS.

O deputado diz que não entende o posicionamento de Nelsinho, já que o mesmo necessita do apoio de Puccinelli por ser pré-candidato ao governo do Estado. “Eu não consigo entender o Nelsinho, como é que ele vai subir no palanque ao lado do governador, contando com o apoio do André durante as eleições e depois defender outro pré-candidato a presidência, contrariando a maior liderança do PMDB que é o governador”.

Jerson faz questão de ressaltar que ainda acredita em uma possível aliança entre PT (Partido dos Trabalhadores) e PMDB no Estado. “Eu acredito que ainda é possível formar essa aliança no Estado, levando em consideração que estamos juntos nacionalmente. Acredito que o governador conversou com a presidente Dilma sobre essa possível aliança e assim que ele retornar de Brasília, se reunirá com o partido para explicar o que foi discutido na reunião”, finaliza o deputado.

Dany Nascimento