30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Jerson está mais preocupado com jogo do Brasil do que com declarações de Nelsinho

O deputado estadual e presidente da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Jerson Domingos (PMDB) garantiu que está mais preocupado com a estreia do Brasil na da Copa do Mundo em jogo contra Croácia do que com as declarações do pré-candidato ao governo do Estado Nelson Trad Filho (PMDB), que fez questão de dizer que não gostaria de ter Jerson em seu palanque “porque o parlamentar representa algo que já passou”.

Jerson rebate Nelsinho, ressaltando que o pré-candidato ao governo do Estado está “com a memória fraca” porque sempre fez pedidos ao parlamentar para apoiar a pré-campanha da família Trad. “Ele está com a memória fraca porque sempre me pediu para apoiar e estar junto quando foi candidato à prefeitura da Capital, me pediu pessoalmente para apoiar a candidatura do irmão dele, o Fábio Trad para deputado federal. Se ele fala isso de mim, imagina o que ele pensa sobre o governador que tem uma grande história dentro da política”.

Jerson faz questão de ressaltar que o “esquecimento de Nelsinho” gera preocupação. “Eu fico preocupado com essa falta de memória do Nelsinho, porque se ele esqueceu que um dia eu servi para ele, também pode esquecer da população e isso é preocupante. O que eu vejo é que ele valoriza enquanto a pessoa serve, depois ele simplesmente descarta”.

O parlamentar diz ainda que o termo que Nelsinho usou para falar sobre sua decisão de apoiar Delcídio foi “desnecessário”. “Eu tenho um respeito muito grande pelo Nelsinho, mas nesse momento acredito que o pré-candidato mais preparado para administrar o Estado é o senador Delcídio. Não tinha necessidade de ele usar essa resposta para falar da minha pessoa. Como disse, é uma prova de que enquanto serve, é valorizado, depois simplesmente descartado”, finaliza o presidente.

Dany Nascimento