19 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 25º

ELEIÇÕES 2020 | AQUIDAUANA

Justiça dá 15 dias para Odilon levar provas de projeto supostamente "fake"

O documento do Juiz foi expedido no dia 10, candidato tem até dia 25 de novembro

A- A+

A Justiça Eleitoral determinou que o candidato a reeleição a prefeitura de Aquidauana, Odilon Ribeiro (PSDB) apresente em 15 dias apresente provas concretas da existência do Projeto Gestante CRAS 2 - Nova Aquidauana.

O pedido foi feito após uma servidora publicar em suas redes sociais fotografias que comprova entrega de "kits maternidade, incluindo café da manhã e dia de beleza para as mamães com corte de cabelo, esmaltação e escova".

Segundo apuração levantada pela 'Coligação Aquidauana Merece Mais' de Viviane Orro (PSD), ao consultar o portal transparência para verificar informações do projeto não encontrou nada que faça referência ao Projeto Gestante, nem o CRAS 2 - Nova Aquidauana.

Para concluir as investigações sobre a veracidade do Projeto em questão a justiça determinou que a administração de Odilon apresente documentação desde autorização orçamentária do município para custeio do projeto além de:

"Determina-se que seja oficiado à Prefeitura de Aquidauana, requisitando i) cópia do procedimento administrativo, autorização orçamentária, prestação de contas,origem das verbas, notas de empenho e qualquer outro documento que comprove a legalidade e origem das verbas destinadas às despesas do projeto do CRAS de atendimento às gestantes; ii) esclarecimento se em reuniões ou encontros realizados no ano de 2020 houve fornecimento de quaisquer bens ou serviços às gestantes alcançadas por aquele projeto social, descrevendo o que foi entregue para cada gestante; e iii) forneça a relação de mulher alcançadas pelo referido projeto nos anos de 2019 e 2020, além da relação de mulheres que foram atendidas no evento" 

O juiz eleitoral, Giuliano Martins estabeleceu o prazo de 15 dias para Odilon Ribeiro apresentar a documentação que comprove a existência do projeto.