24 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 22º

Justiça foi feita, diz deputado Amarildo Cruz sobre volta de Bernal à prefeitura

  O deputado estadual Amarildo Cruz (PT), compareceu ao prédio da Prefeitura de Campo Grande, para cumprimentar o prefeito Alcides Bernal (PP), pelo seu retorno a executiva municipal. “Foi uma decisão demorada, mas a justiça finalmente deu o parecer e isso mostra que não houve improbidade administrativa”, afirmou o parlamentar. Questionado sobre o apoio do PT ao prefeito, Amarildo acredita que o Partido dos Trabalhadores continuará apoiando Bernal, mas que a questão ainda será discutida entre o PT e o prefeito. Ritiva Cecília de Queiroz Vieira, que na administração de Bernal, antes de sua cassação era diretora da Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande, acredita que todos aqueles que apóiam Bernal irão voltar aos seus cargos, e os que não o apoiaram serão exonerados, inclusive os 1.400 comissionados que Gilmar Olarte colocou em diversos cargos. Alex do PT, vereador e líder do prefeito na período da gestão de Bernal, também antes de sua cassação, compareceu a prefeitura parabenizando o prefeito. "Agora é hora de virar página, neste momentos todos devem ter calma e maturidade e ter em mente que deve-se trabalhar por Campo Grande". Alex ressaltou que ficou comprovado que não houve improbidade administrativa e a decisão da Comissão Processante foi política. Para Alex, os secretários deverão ser trocados, pois Bernal deve trabalhar ao lado de quem confia e acredita ainda que não haverá nova crise com vereadores que indicaram secretários às pastas. A reunião entre o prefeito, vereadores e secretários chegou ao fim, se fez presente Athayde Nery (presidente regional do PPS). De acordo com a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), amanhã às 8 horas, serão anunciados os nomes dos secretários. Tayná Biazus e Heloísa Lazarini