01 de julho de 2022
Campo Grande 30º 19º

EXCLUSIVO | POLÍTICA

Juventude do PSDB-MS se 'cansa do descaso' e mais 30 deixam o partido

Descaso partidário provoca evasão em massa na sigla tucana

A- A+

Falta de viabilidade política e descaso partidário do PSDB com a Juventude levou mais de 30 integrantes a desfiliarem do partido nesta sexta-feira (27.mai.22), em Mato Grosso do Sul. O MS Notícias foi comunicado em primeira mão:  

"Às 16h nós vamos lá no Partido. Vamos renunciar a Executiva Estadual da Juventude do PSDB de Mato Grosso do Sul. Quase a Executiva inteira vai pedir renúncia e desfiliará. Estão saindo mais de 30 jovens filiados, filiações que são desde 2013, no mínimo", revelou o presidente da Juventude Social Democracia Brasileira em MS, Ítalo Marques Buarque Gusmão. 

Um documento a que a reportagem teve acesso, revela que Sérgio de Paula (presidente estadual da sigla tucana) foi, de fato, comunicado do rompimento de 33 membros. Veja abaixo: 

 

MOVIMENTAÇÕES 

A legenda, que tem como pré-candidato, Eduardo Riedel, em Mato Grosso do Sul, quer fechar uma aliança com Jair Bolsonaro (PL). Mostramos aqui no MS Notícias quais são as trocas nessa aliança.  

A pesquisa do Datafolha de ontem (26.mai), porém, mostra que com a saída de João Doria da corrida eleitoral só Lula (PT) se beneficiou. O PSDB acreditava que com a saída de João, os votos do ex-governador paulista migrassem para Bolsonaro ou para a 3ª via, que sobra para ser viabilizada com a senadora Simone Tebet (MDB). 

Numa movimentação política ousada, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, condicionou o apoio dos tucanos à Tebet, a uma desistência de disputas dos emedebistas em MS,  Pernambuco e Rio Grande do Sul.

Ao MS Notícias, um dos principais candidatos ao governo em MS, André Puccinelli (MDB), chamou a proposta de Bruno de "Fake". "Boa noite amigo. Fake do PSDB. Forte abraço!", respondeu de maneira sucinta, André Puccinelli, ao ser questionado ontem (26.mai) sobre a fala de Bruno Araújo.  

*Em atualização...