08 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Política

Kemp critica esvaziamento de funções do Estado e demora das análises do INSS

A- A+

Encaminhando denúncias ao Ministério do Trabalho e da Previdência Social e ao Ministério Público Federal de Mato Grosso do Sul, o deputado Pedro Kemp (PT) pediu providências em indicação para cobrar do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) mais agilidade para dar conta da demanda de quase 1,900 milhão de pedidos de benefícios que acumulam na fila para serem analisados pelo órgão.

"O dado é do próprio Instituto, que não está dando conta de atender a demanda. As pessoas têm nos procurado para falar que aguardam 1 ano na fila de análise. Agendar perícia tem demorado mais de seis meses, praticamente inviabilizando o acesso ao auxílio financeiro. Pessoas precisam da licença saúde, pensões, aposentadoria para finalmente desfrutar da velhice garantida pela Constituição. O INSS tem que desengavetar os processos", destacou Kemp.

Para o parlamentar, além da pandemia, a ineficiência recai sobre o que chamou de política de esvaziamento das funções do Estado. "Quero chamar atenção para a política neoliberal, com estado mínimo, em que não se faz concurso, em que o Estado tem que ser enxuto, não ter mais servidor e aí o estado perde a capacidade de atender a população. Um estado sem pessoal capacitado vai oferecer serviço de que jeito? Colocaram militares atender no INSS no lugar de funcionários, sem nenhuma capacidade técnica para fazer análises. Olha o absurdo. Mamando nas tetas do Governo. Estou citando o INSS, mas temos também hoje uma Funai, um Incra e um Ibama inoperantes, sendo esvaziados em suas funções em todas as áreas. Incompetência de ponta a ponta", finalizou o deputado, que também concordou com outras críticas feitas hoje na tribuna ao Governo Federal leia aqui.