30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Maioria do PTB apoia Louzada e defende aliança com PT

Com início da votação, a convenção do PTB passa por um momento tenso. O ex-deputado Paulo Estevão acabou de se pronunciar e criticou o presidente regional do partido Ivan Louzada por ter anunciado apoio ao pré-candidato do PT a governo do Estado, senador Delcídio do Amaral. Estevão defende que o partido deve lançar uma candidatura própria ao governo do Estado representada por Aluizio Borges e tendo ele como vice."O Louzada afirma que partido está indo pelo lado correto, mas inventou uma candidatura para Sergio Longen sem conversar com partido aqui no Estado e com a nacional, e nós estávamos confortáveis com a palavra do presidente até que veio o presidente nacional do partido e conversou com Logen para que não saísse candidato, mas o próprio Longen não veio aqui na casa do PTB anunciar que não seria mais candidato, ele foi com Louzada e com Paulo Duarte (presidente regional do PT) a Brasília para falar apenas com Delcídio", critica Estevão que acusa Louzada de ignorar a luta do partido que sempre foi pela candidatura própria. Louzada, no entanto, defende que o PTB precisa ser pragmático e afirma que o partido não possui hoje condições de lançar uma candidatura própria e que por este motivo uma aliança com PT seria a melhor solução. "Essa é nossa melhor condição porque assim eles podem eleger deputados estaduais. A intenção é fazer um ou dois deputados estaduais", afirma. Louzada acrescentou que por enquanto quem ira caminhar com PTB nas coligações proporcionais é PSL e PRT. A discussão entre Louzada e Paulo Estevão ficou acirrada com o discurso de Aluizio Borges que também criticou o presidente da sigla. Embora a base do partido concorde com Louzada e defenda uma aliança com PT, Aluzio e Estevão estão relutantes em abrir mão de suas possíveis candidaturas a governo e vice respectivamente.Outro assunto que está sendo discutido na convenção é o lançamento das candidaturas de Anderson Monteiro, médico, a governo com David Marques como pré-candidato a vice. David afirma que o PTB não deve aceitar migalhas, e que o PT tem interesse apenas no tempo de televisão do partido, que hoje é de um minuto. Heloísa Lazarini e Dany Nascimento