07 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

MANIFESTAÇÃO PACÍFICA

Manifestação pelo impeachment de Bolsonaro é constrangida pela Guarda na Capital

Concentração pela 2ª semana seguida, neste sábado (23.jan) seguiu sentido Parque dos Poderes. Comboio formado por trio elétrico e aproximados 500 veículos

Pelo 2 final de semana consecutivo carros lotaram a Avenida Afonso Pena em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul para pedir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, cerca de 500 carros além de pessoas em bicicletas seguiam pela Avenida sentido Parque dos Poderes quando foram impedidos d continuar com a manifestação pacífica, pela Guarda Municipal de Campo Grande. O bloqueio durou 30 minutos.

A concentração começou por volta das 10h, em frente à Cidade do Natal, no sentido Parque dos Poderes e deveria ter saído às 11h, quando o comboio era formado pelo trio elétrico e de 400 a 500 veículos.

A justificativa para o bloqueio foi decisão, em caráter liminar, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS), de março de 2020, que havia impedido passeatas e carretas para evitar aglomerações no período da pandemia da covid-19.

A situação causou debate entre manifestantes e guardas municipais. A vereadora Camila Jara (PT), uma das organizadoras do protesto, argumentou que a liminar é de 2020 e que já teria caducado. Além disso, carretas foram realizadas, de forma legal, durante a campanha eleitoral este ano.

Os organizadores, o itinerário previsto é seguir pela avenida Afonso Pena até a rua Pe. João Crippa e continuar pelas ruas Maracaju, avenida Calógeras e voltar para Afonso Pena, terminando na Praça Ary Coelho.

Até a publicação desta reportagem outras centenas de carros se juntaram aos manifestantes. "A polícia fez de tudo para atrapalhar a carreata", disse uma das manifestantes.