01 de julho de 2022
Campo Grande 30º 19º

ELEIÇÕES 2022

Marquinhos aponta necessidade de investimento para desenvolver o Conesul

'As últimas casas em Japorã foram entregues em 2017, em Mundo Novo, dez anos sem entregar uma casa', criticou

A- A+

O pré-candidato do PSD ao Governo de Mato Grosso do Sul, Marquinhos Trad, cumpriu agenda no Conesul do Estado nesta terça-feira (21.jun.22). Em encontros com moradores falou da necessidade de investimento do Governo do Estado para o desenvolvimento da região.

“Uma demanda urgente é a pavimentação da Sul-Fronteira, de Mundo Novo a Japorã, onde há um grande fluxo de veículos e uma economia bem movimentada. Com isso, cria-se uma rota para desafogar a 163. É uma região carente de investimento do Estado e necessita de incentivo diferenciado para geração de emprego”, destacou.

Marquinhos ressaltou a necessidade da instalação de um terminal intermodal para desenvolvimento em Mundo Novo. “Temos que trazer o terminal intermodal para Mundo Novo, que teria modal rodoviário, fluvial e ferroviário. Precisamos fazer isso antes que o Estado vizinho faça e nossos filhos se mudem para outro estado em busca de emprego, oportunidade, crescimento”, argumentou.

Em Japorã, segundo IBGE, 49,5% da população tem rendimento mensal de até meio salário mínimo apenas, o maior percentual do Estado, e muitos desempregados, o que, para o pré-candidato, mostra a necessidade de uma atenção maior do poder público.

“As últimas casas em Japorã foram entregues em 2017, em Mundo Novo, dez anos sem entregar uma casa. No Município de Iguatemi, nenhuma entrega desde 2018. Uma região que não tem o apoio que deveria. A MS-180, 99 km entre Iguatemi e Juti, entregue no final do mandato do ex-governador, que agora quer voltar, derreteu. O governo atual não arrumou até hoje. Falta um olhar mais atencioso com esta região do Estado”, concluiu.