21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Eleições 2016

Marquinhos mantém apoio de partidos e busca por novas alianças

A- A+

O candidato a prefeito de Campo Grande pelo PSD, Marquinhos Trad, deve anunciar ainda nesta semana quais os partidos que irão compor alianças no segundo turno. Marquinhos ressalta que, até o momento, conta somente com o apoio dos partidos que estiveram com ele desde o início do pleito.

“Vamos continuar caminhando com os partidos que estiveram com a gente na nossa coligação -PEN, PHS, DEM, PT do B, PMN, PTB e PPL – e obviamente conversar com aqueles que queiram somar em favor de Campo Grande”, disse.

Sobre as supostas “investidas” de partidos como o PMDB, do ex-governador André Puccinelli e do deputado federal Carlos Marun, que apoiaram a candidata Rose Modesto (PSDB) no primeiro turno, Marquinhos afirma que até o momento não houve nenhuma aproximação.

“Não temos nenhum apoio ainda definido, com nenhum partido e nenhum líder partidário. Estamos conversando com todos e o que está sendo colocado ai não passa de especulação. Pretendemos definir isso o mais rápido possível, mas deixando claro que vamos buscar o apoio daqueles que têm compromisso com nossa cidade”, reforçou.

No 1º turno, Marquinhos recebeu 147.694 votos, o que equivale a 34,57% dos votos válidos, enquanto a candidata Rose Modesto (PSDB), que disputa com ele o segundo turno, teve 113.738 votos, ou o correspondente a 26,62% dos votos.

Marquinhos lembrou que obteve uma votação expressiva, mesmo com uma "campanha sem estrutura" e que enfrentou duas máquinas, do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal. "Foi uma campanha de Davi contra Golias", resume.

Sobre o segundo turno, o candidato afirma que continuará travando uma batalha limpa com o debates de ideias e propostas e sem ataques e difamações, diferentemente do que fizeram os adversários no primeiro turno.

"Muitos pediram para que eu fosse combativo na campanha, mas eu falei que não iria bater. Vou continuar com campanha de propostas e com pé no chão. Vencemos a primeira batalha e vamos vencer a guerra mostrando que temos o melhor projeto para Campo Grande", finalizou.