21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Eleições

Marquinhos prega gestão de atitudes ao registrar candidatura no TRE

A- A+

“A população campograndense espera um governo de atitudes e é isso que temos condições e autoridade de fazer. E faremos”, comprometeu-se o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD), após registrar sua candidatura e entregar toda documentação exigida pela Justiça Eleitoral na tarde desta segunda-feira, 15. Com ele também cumpriu semelhante ritual a candidata a vice-prefeita da Coligação “Sempre Com a Gente”, a bacharel em Ciências Jurídicas Adriane Lopes (PEN). Fazem parte da coligação sete partidos: PSD, PEN, PHS, DEM, PTB, PT do B e PMN.

Antes de adentrar no prédio da Justiça Eleitoral, acompanhado da esposa e da sua companheira de chapa, Marquinhos falou aos jornalistas sobre os principais desafios que terá se for eleito. Para ele, uma administração de atitudes é respeitar o eleitor e retribuir a ele a confiança recebida. 

"Para isso, é preciso ter autoridade e coragem de ser transparente, de entender que os habitantes de uma cidade são, acima de tudo, seres humanos que querem realizar seus legítimos sonhos; são contribuintes que abastecem a receita municipal para ter de volta esse dinheiro em investimentos na melhoria da qualidade de vida; e são usuários de serviços esssenciais que precisam ser prestados de maneira digna e eficiente em todas as demandas que cabem ao poder publico", emendou.

Marquinhos Trad disse que já tem uma visão bem ampla e fiel dos problemas da cidade, dispondo de um diagnóstico extremamente minucioso. Essa radiografia tem como suporte dados técnico-científicos, relatórios oficiais e, principalmente, informações obtidas por meio do projeto “Conversa Com a Nossa Gente”. Realizado pelo PSD de abril a julho deste ano, o projeto, com a participação direta de Marquinhos Trad, percorreu cerca de 400 bairros e produziu mais de 700 reuniões em todas as regiões urbanas de Campo Grande para ouvir reivindicações, queixas e sugestões da comunidade.

“Temos nas nossas mãos uma fotografia crua, sincera e inequívoca dos reais problemas e das prioridades, cuja escala de importância saberemos respeitar”, afiançou o candidato pessedista. “Porém, é fundamental deixar bem claro que nossas diretrizes centrais serão, sempre, a ética, a responsabilidade no trato da coisa publica, a transparência na gestão e um governo com efetiva participação da sociedade. Eu me preparei por 20 anos para esse momento e chego a ele despido de vaidade, mas totalmente motivado para fazer o que a população espera de seus governantes”, acrescentou.