27 de julho de 2021
Campo Grande 31º 12º

Mesmo com 11 aliados, PT quer ampliar chapa de Delcídio

A- A+

Após a adesão do PTB à chapa do pré-candidato do PT ao governo do Estado, Delcídio do Amaral o Partido dos Trabalhadores já possui 11 aliados e ainda busca por mais, incrementando assim a aliança do pré-candidato. Para o presidente regional do PT, Paulo Duarte, é de estrema importância de ter o PTB ao lado dos Trabalhadores na campanha deste ano. Para Duarte, a sigla possui grande representatividade nacional, tem bom tempo de televisão e importantes lideranças. “Não podemos esquecer que o PTB também faz parte da base aliada do governo da presidente  Dilma Rousseff e além disso, independente se Sérgio aceitasse ou não o convite, estávamos trabalhando para trazê-los conosco”, afirma Duarte. A aliança entre os partidos traz, com a ajuda de Longen, a busca pelo apoio do setor empresarial. Outro nome lembrado por Paulo Duarte é o do presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, que segundo Paulo Duarte, poderá ajudar na interlocução com o setor do agronegócio. Duarte lembra que há alguns meses, já acontecem reuniões com nomes de representatividade de ambos os setores, como indústria, agronegócio, comércio, dentre outros. “Com essas reuniões tecemos o nosso plano de governo. Buscamos sugestões do que poderá ser melhorado, pensando sempre o desenvolvimento do Estado", garante. Questionado sobre o número de aliados não ficar estagnado em 11 (PT, PR, PDT, PP, PTB, PROS, PV, PC do B, PSL, PTC e PRP), o presidente afirma que esse número poderá crescer, pois, as conversas com lideranças de outros partidos ainda estão acontecendo.  Assim como o presidente do PT, o deputado federal Vander Loubet (PT) acredita que Delcídio pode ainda conquistar o apoio do PRB (Partido Republicano Brasileiro), que até então está fechado com Nelsinho Trad, pré-candidato do PMDB ao governo do Estado. O deputado afirma que o apoio do PRB será definido na próxima semana e destaca que existem chances de reverter esse quadro diante da declaração de apoio do PRB nacional à reeleição da presidente Dilma, sendo mais um partido que poderá caminhar ao lado de Delcídio em Mato Grosso do Sul. Tayná Biazus