21 de outubro de 2021
Campo Grande 31º 17º

Fiel aliado

Ministros do PMDB devem se licenciar do partido e manter cargos no Governo

A- A+

Os seis ministros do PMDB decidiram que não vão deixar cargos no governo da presidente Dilma Rousseff mesmo após resolução do partido aprovada nesta terça-feira (29) de sair da base aliada.

A informação é do jornal Folha de São Paulo, que flagrou uma mensagem da ministra Kátia Abreu na qual ela firma que os ministros decidiram continuar.

A decisão, conforme jornal, foi tomada na noite desta terça-feira na residência oficial do presidente do senado, Renan Calheiros, que já se declarou fiel a presidente Dilma. Na manhã desta quarta-feira (30), Calheiros declarou. "Espero que impeachment não chegue ao Senado". 

Se for confirmada permanência no Governo, os seis ministros deverão se licenciar do partido para não descumprir resolução aprovada pela diretório nacional ontem. Atualmente, PMDB controla ministérios da Aviação Civil (Mauro Lopes); Portos (Helder Barbalho); Minas e Energia (Eduardo Braga); Saúde (Marcelo Castro); Ciência e Tecnologia (Celso Panseca) e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Kátia Abreu).