21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Mochi discorda de Nelsinho e diz que Jerson tem afinidade com Delcídio

Ao tomar conhecimento das afirmações feitas pelo pré-candidato ao governo do Estado, Nelson Trad Filho (PMDB), de que o deputado estadual e presidente da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Jerson Domingos (PMDB) representa algo que já passou e sua intenção era não tê-lo no palanque do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), o deputado estadual e presidente regional do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), Junior Mochi afirmou que não enxerga por esse lado, mas percebe a afinidade que Jerson tem com o pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral (PT).

“Não vejo por esse lado, acredito que é algo inevitável. O Jerson tem uma afinidade muito grande com Delcídio, de irmão pelo que sei e isso aproxima muito os dois. Então é inevitável para nosso partido tentar manter o apoio do Jerson. Não adianta insistir em tê-lo conosco, já que ele não demonstrou vontade de caminhar com nosso partido”, explica o deputado.

Mochi faz questão de ressaltar que Jerson é um deputado “de peso” e o único motivo que o afasta dos peemedebistas no Estado, é a ligação com Delcídio. “O Jerson é um grande parlamentar, é uma pessoa bem articulada, mas temos que levar em consideração a forte ligação que ele tem com Delcídio, isso pesaria na hora de apoiar nosso partido”, ressalta Mochi.

O deputado Junior Mochi participou da convenção nacional do partido em Brasília e votou a favor da aliança entre o vice-presidente Michel Temmer (PMDB) e a pré-candidata a presidência, Dilma Rousseff (PT).

 Dany Nascimento