20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Mochi garante que imagem de Nelsinho não está desgastada

O crescente apoio ao PT por diversos partidos no Estado e a desistência de siglas em apoiar o pré-candidato a governo do Estado, Nelsinho Trad (PMDB), não configura rejeição tanto de membros de partidos nem da população a Trad, garante o presidente regional do PMDB, deputado Junior Mochi. As pesquisas realizadas apontam que o pré-candidato peemedebista está como segundo colocado, logo abaixo pro pré-candidato do PT, Delcídio do Amaral. “Se a imagem de Nelsinho estivesse desgastada não estaria com o percentual que está, é uma diferença pequena entre ele e Delcídio”, afirma Mochi. Até o momento uma das grandes surpresas foi a consolidação do apoio do PR (Partido da República) ao PT. Por diversas vezes foi afirmado pelos peemedebistas, inclusive pelo governador do Estado, André Puccinelli, que a sigla apoiaria Nelsinho Trad. O apoio firmado entre PT e PR aconteceu no dia 26 de maio, no encontro regional dos republicanos, que contou com a presença de Delcídio. Outra surpresa foi a declaração do vereador e presidente municipal do PSB, Carlão, que afirmou ter desistido de colocar seu nome a disposição pela sigla, isso porque, o partido irá apoiar Trad e indicar o vice-governador e a primeira suplência ao senado. “O PSB está no caminho errado, não foi feita uma pesquisa dentro da sigla para saber quem os membros gostariam de apoiar”, frisou Carlão na manhã de hoje durante a sessão  da Câmara de Vereadores. Mochi reafirmou, como em outras oportunidades, que Trad fez um bom mandato como prefeito de Campo Grande e que a candidatura própria fortalece o próprio candidato e o partido. “Prejudicar é abrir mão de uma candidatura própria”, finalizou o parlamentar. Tayná Biazus