05 de agosto de 2021

Mochi prefere não se envolver em campanha de Nelsinho

A- A+

O deputado estadual e presidente regional do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), Junior Mochi deixou claro na manhã de hoje, que as conversas para adquirir mais partidos aliados ao PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) no Estado, estão sendo realizadas apenas pelo pré-candidato ao governo do Estado, Nelson Trad Filho (PMDB), governador André Puccinelli (PMDB) e a pré-candidata ao Senado, Simone Tebet (PMDB).

Mochi faz questão de ressaltar ainda, que prefere não se envolver nas questões políticas acerca da pré-candidatura de Nelsinho, em especial, quando o assunto é a diferença entre Nelsinho e o deputado estadual e presidente da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Jerson Domingos (PMDB) que pretende se licenciar do PMDB para apoiar o PT (Partido dos Trabalhadores), Mochi afirma que o partido deve respeitar a decisão de Jerson.

“O Jerson tem uma relação extremamente forte com o senador Delcídio e temos que respeitar isso. Ele não apoia a pré-candidatura do Nelsinho e não adianta tentar manter ele conosco neste período. Eu prefiro não me envolver nessas questões e nem tem o que discutir”.

O presidente garantiu que o PMDB possui dez partidos aliados, mas não soube dizer quais seriam esses partidos. “Nós temos dez partidos aliados, não estou com a lista aqui agora para passar o nome dos partidos, mas temos apoio desses partidos e isso fortalece a nossa chapa”.

Otimista, o deputado acredita que até o dia da convenção do partido, o PMDB pode conquistar novos aliados. “Temos tempo ainda até o dia 30 de junho, acredito que ainda teremos o apoio de mais um ou dois partidos”, finaliza Mochi.

Dany Nascimento