20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Mochi afirma que PRB pode desfazer coligação se insisitir em lançar candidato ao Senado

O presidente regional do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), Junior Mochi afirmou que o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) não permite que uma coligação tenha dois candidatos ao Senado, excluindo a possibilidade do PRB (Partido Republicano Brasileiro) lançar o vereador Gilmar da Cruz (PRB) para concorrer ao Senado, já que o partido decidiu se aliar ao PMDB no Estado, que já tem Simone Tebet (PMDB) para disputar as eleições de 2014.

Diante disso, o vereador cogitou a possibilidade de ser candidato ao Senado e ter Simone Tebet (PMDB) como suplente. Mochi rebateu as afirmações de Gilmar e garantiu que “é loucura” cogitar a possibilidade de Simone ser suplente de Senado. “Não é permitir ou não, ter dois candidatos não faria diferença, mas o TRE não permite duas chapas majoritárias. Não existe a possibilidade da Simone ser suplente do Gilmar, isso é loucura”.

Mochi ressaltou ainda, que se o PRB entender que o melhor caminho é lançar chapa pura para concorrer ao Senado, a coligação poderá ser desfeita. “Se pudesse, lançaríamos dois candidatos, mas não pode. Ou o PRB permanece na chapa conosco e com os demais partidos ou lançam uma chapa pura porque eles têm direito de lançar candidato ao Senado”, finaliza o presidente.

Dany Nascimento