02 de agosto de 2021
Campo Grande 29º 14º

Muito tempo de televisão pode atrapalhar, afirma Puccinelli

A- A+

O governador André Puccinelli (PMDB) fez uma breve análise hoje sobre o tempo de exposição em programas de televisão que cada um dos pré-candidatos a governo do Estado terá nas eleições deste ano. As declarações foram concedidas durante cerimônia de assinatura do decreto de lei que permite a taxistas transportarem, em circunstâncias especiais, passageiros intermunicipais. Segundo André, Nelsinho Trad, pré-candidato do PMDB ao governo do Estado desfrutará de aproximadamente sete minutos de exposição em televisão, enquanto o pré-candidato tucano Reinaldo Azambuja terá cinco minutos e o petista Delcídio do Amaral dez. Puccinelli explica que, segundo a equipe de marketing de Nelsinho, muito tempo de televisão pode até atrapalhar. "Dizem que mais de sete minutos pode atrapalhar", afirma André Puccinelli. Ainda sobre a campanha, o governador acredita que independente de estratégias de marketing, o que importa para a população são as propostas dos candidatos em questão, e o preparo que cada um deles irá demonstrar para convencer Mato Grosso do Sul de sua capacidade administrativa. "Nunca me meti em questões de marketologia, mas acredito que quanto menos ator o político for é melhor para ele", garantiu o governador. Copa do Mundo Como hoje é dia de jogo do Brasil pela Copa do Mundo 2014, o governador André Puccinelli adiantou à imprensa que pretende assistir o jogo entre Brasil e México em casa com a família. "Vou calçar meus chinelos, colocar uma bermuda, fazer pipoca e tomar uma Coca-Cola com gelo", brincou André.