12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Eleições 2018

Nelsinho Trad lidera corrida ao senado aponta pesquisa

A- A+

Pesquisa realizada pelo Instituto Ranking em 17 municípios de Mato Grosso do Sul, ouviu a preferência dos eleitores para disputa ao Senado nas eleições de 2018. No ano que vem serão eleitos dois senadores.
 
Nos votos estimulados, o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), é citado por 30.70% da população acima de 16 anos, na outra vaga o destaque é o ex-governador Zeca do PT, com 21.70%.
 
Na sequência os pré-candidatos ficaram assim distribuídos; o senador Pedro Chaves (PSC) com 12.83%, o senador Waldemir Moka (PMDB) com 10,73%, Murilo Zauith (PSB) com 7.46%, Ricardo Ayache (PSB) com 5.23%, Eduardo Riedel (PSDB), 2.23%, e por último Dorival Betini (PR) que tem 0.43% da preferência dos eleitores. Não sabem ou não responderam 8.69%.

ESPONTÂNEA - Na pesquisa em que o eleitor tem que declarar espontaneamente em quem vai votar, o instituto Ranking apontou que 56.13% ainda estão indecisos ou não souberam responder sobre em quem votar para senador em 2018.
 
O ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), é citado por 13.40% dos eleitores, em segundo lugar aparece o ex-governador Zeca do PT, com 10.90%.
 
Na sequência, aparece o senador Pedro Chaves (PSC) com 6.16%, o senador Waldemir Moka (PMDB) com 5.06%, Murilo Zauith (PSB) com 4.03%, Ricardo Ayache (PSB) com 3.16%, Eduardo Riedel (PSDB), 0.93%, e por último Dorival Betini (PR) que tem 0.23%. Não sabem ou não responderam 8.69%.

 

REJEIÇÃO - Na questão de rejeição, onde o eleitor não votaria naquele candidato em hipótese alguma, quem está na frente é o deputado federal petista Zeca do PT, com 22.16%. Em seguida aparece o ex-prefeito Nelsinho Trad, com 15.20% e em terceiro lugar aparece o senador Waldemir Moka com 10.93% dos eleitores.
 
Na sequência vem Ricardo Ayache, com 8,70%, Pedro Chaves com 5.36%, Murilo Zauith, com 3.30%, Dorival Betini, com 1.93% e por último Eduardo Riedel, com 0.83% de índice de rejeição. Não souberam ou não responderam 31.59%.

 

LEVANTAMENTO - A pesquisa foi encomendada pelo Jornal eletrônico Diário da Mídia. O levantamento foi feito entre os dias 04 e 12 de dezembro em 17 municípios de MS, com 3.000 entrevistados. A margem de erro é de 2,50 pontos porcentuais para mais ou para menos. O índice de confiança é de 95%.