18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

Redução combustível

Objetivo de governo é que postos de combustíveis reduzam margem de lucro

O governo do Estado pretende conversar com os donos de postos e convencê-los sobre a redução da margem de lucro do combustível

A- A+

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), mais uma vez garantiu que a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).  será reduzida e até o mês de junho o projeto de redução deverá ser aprovado na Assembleia Legislativa. Com isso a pretensão é que a redução chegue ao consumidor, fazendo com que os donos dos postos de combustíveis baixem a margem de lucro.

O objetivo é que com a diminuição da alíquota, consequentemente aumente o consumo no Estado. Azambuja disse que irá trabalhar juntamente ao setor produtivo e de transporte de distribuição de combustível uma política para trazer mais competitividade ao Mato Grosso do Sul.

O governador citou como exemplo de margem de lucro inferior a do Estado, oo preço final da gasolina em São Paulo. “Em São Paulo a alíquota da gasolina é 25%, a mesma que aqui, mas no estado vizinho o preço final é menor. Porque essa diferença tão grande do outro lado? Isso não é imposto, é  margem de lucro”, disse.

Azambuja disse ainda que irá se reunir com os caminhoneiros para apresentar o projeto com o índice de redução, e que isso será feito mantendo o equilíbrio financeiro necessário e com responsabilidade, para não desestruturar a economia do Estado.