28 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 21º

Olarte não quer mais saber de peraltices e ataca Bernal em discurso

Questionado sobre a candidatura ao Senado de Alcides Bernal (PP), o atual prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) se negou a falar a respeito. "Não quero mais saber de peraltices", disse. "Tinha um sujeitinho que tinha discurso muito bom na frente das câmeras, que interpretava como ninguém e fazia jogo de cena, mas agora temos um grupo onde prefeito, primeira dama e grupo de gestores amam as pessoas", afirmou.Bernal foi anunciado ontem como candidato ao Senado pelo PP, que irá lançar chapa pura para concorrer as eleições deste ano com Evander Vendramini disputando o cargo de governado e a vereadora de Dourados Virgínia Magrini disputando a vice. Além de confirmar chapa pura, Bernal também pôs fim ao desejo de Cézar Afonso, aliado de Olarte dentro do PP, de concorrer a uma vaga de deputado federal. Cézar chegou a dizer hoje pela manhã que desistiu devido à construção da chapa do PP, que não lhe oferece chances de vitória. "Seria preciso obter mais de 160 mil votos para me eleger neste caso, assim fica impossível", afirmou. Com a entrada de Bernal na disputa, a cassação do mandato do ex-prefeito certamente deverá voltar a ocupar espaço no noticiário político, pois ontem Bernal e Vendarmini adiantaram que, embora estejam olhando para futuro, não deixarão de relembrar o eleitorado sul-mato-grossense sobre o que eles chamam de "golpe político orquestrado pelo candidato do PMDB ao governo Nelson Trad Filho." Heloísa Lazarini e Dany Nascimento