21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Eleições 2016

Osvane confirma pré-candidatura em Dois Irmãos do Buriti

A- A+

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Dois Irmãos do Buriti, Osvane Ramos (Pros), voltou a reafirmar sua pré-candidatura na sucessão local. “Diante de vários boatos, gostaria de tranquilizar toda a população: sou pré-candidato a prefeito. Só Deus me tira dessa disputa”, enfatizou.

Com essa declaração, Osvane desfaz boatos que sugeriam sua desistência da disputa porque estaria insatisfeito com dois vereadores que deixaram de apoiá-lo para acompanhar outro projeto político. 

“Para construir uma história é preciso ter coragem e determinação. É essencial ter coerência. Por isso, quero reiterar o compromisso, que não é compromisso comigo mesmo ou com grupos, mas com toda a comunidade que represento”, salientou.

Prefeito de Dois Irmãos do Buriti em dois mandatos (eleito em 2000 e reeleito em 2004, com 90% de aprovação administrativa), ele saiu da Prefeitura com as credenciais para disputar o mandato de deputado estadual, apesar de representar um dos menores e menos populosos municípios do Estado, com cerca e 11,5 mil habitantes. Na época, filiado ao PTdoB, ficou na suplência, mas em abril de 2013, com a renúncia de Diogo Tita (PPS) para assumir a Prefeitura de Paranaíba, Osvane chegou à Assembleia Legislativa.

Em 2014, já entrando na reta final da campanha, desistiu de buscar a reeleição. Estava, segundo afirmou ao comunicar sua decisão, sem condições de prosseguir por duas razões determinantes: a falta de estrutura – não recebeu os recursos prometidos para despesas básicas de campanha – e de diálogo. Responsabilizou a direção do PT e o senador Delcídio Amaral. 

Em discurso na tribuna da Assembleia, foi contundente ao justificar sua retirada: “Não é só a questão financeira. Compromissos financeiros não cumprem comigo faz tempo. Todo mundo sabe disso. Mas eu fui maltratado até dentro do comitê do senador”.