21 de janeiro de 2021
Campo Grande 28º 21º

Para Amarildo, disputa por vaga na Assembleia será acirrada entre PT,PR e PROS

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) fez uma avaliação sobre a chapa de deputados estaduais construída pelo PT e aliados e aponta que o partido deve eleger de cinco a seis deputados estaduais, hoje a bacada do PT na Assembleia Legislativa, é de quatro deputados.

Amarildo, no entanto, faz uma ressalva. Para ele, embora a chapa composta por PT, PR e PROS tenha possibilidade de eleger mais de cinco deputados devido ao peso dos partidos, que possuem número significativamente alto de deputados o que garante mais votos no geral e consequentemente mais vagas, a competitividade entre os candidatos será grande devido ao peso político de cada um deles.

"Eu acredito que esta chapa trará aos deputados uma disputa difícil, mas acredito muito que o que vale mais é a disposição de cada candidato. Cada um tem que correr atrás de seu espaço", afirma. Amarildo acredita que o chapão do PT tem condições de eleger de 12 a 13 deputados estaduais.

A composição desta coligação PT, PR e PROS para deputados estaduais em especial é reflexo da estratégia do PT, conforme candidato do partido ao governo do Estado Delcídio do Amaral, de oferecer a todos os aliados chances iguais de disputar as eleições, beneficiando, inclusive, siglas menores, que foram agrupadas em outras coligações com partidos similares e não correm o risco de ser engolidas pelas candidatos das legendas maiores e mais conhecidas do eleitorado.

Heloísa Lazarini e Dany Nascimento