29 de setembro de 2020
Campo Grande 37º 20º

Para Luiza Ribeiro, eleição da mesa diretora acontece devido a realidade política

A antecipação da eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Campo Grande, que tinha a previsão para acontecer até o mês de dezembro não agradou a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), que disse que a situação é favorável apenas para aqueles que irão concorrer a uma das vagas. A eleição que acontece hoje tem como candidatos a mesa diretora tem os vereadores Mário Cesar (PMDB) e Flávio Cezar (PT do B) para presidente e vice-presidente, respectivamente e deverá confirmar os nomes de Thais Helena (PT) como 1º vice-presidente, Paulo Pedra (PDT), 2º vice-presidente, Delei Pinheiro (PSD), 1º secretário, Carlão (PSB), 2º secretário e Chocolate (PP), 3º secretário. Luiza se diz contra a reeleição, pois representa parte da população que não está de acordo com a antecipação dessa eleição. “A eleição é um jogo que desprivilegia os adversários, porque no momento é favorável fazer a reeleição hoje”. Para a parlamentar, um dos motivos da eleição estar sendo realizada neste início de mês é devido a realidade política que se instaura antes das eleições governamentais e que pode ser revertida após o 5 de outubro. “A eleição é favorável hoje porque não se sabe como estará a situação política até dezembro”, finalizou. Tayná Biazus e Junior Cordeiros