28 de janeiro de 2022
Campo Grande 29º 21º

Parecer de TCE sobre prestação de contas de 2013 será analisado com cuidado, diz Pedro Kemp

A- A+

O deputado estadual Pedro Kemp (PT) informou que o parecer emitido pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul (TCE) sobre o balanço geral das contas do governo do Estado referente à administração de André Puccinelli (PMDB) será analisado minuciosamente.

O relatório traz o parecer favorável à aprovação das contas prestadas pelo governo estadual, referente a 2013 e foi . O parecer foi emitido durante a 11ª reunião de conselheiros do Tribunal Pleno do TCE, em 28 de maio de 2014. “Não é porque as contas chegaram aqui com parecer favorável do Tribunal de Contas que a Assembleia vai votar favoravelmente. Existe uma investigação em curso então a Assembleia precisa olhar com mais atenção, com cuidado redobrado o relatório”, afirma o deputado lembrando as investigações da Operação Lama Asfaltica.

De acordo com o deputado, o estudo que será feito sobre as contas do governo estadual precisará de um prazo maior para ser concluído. “Nós precisamos de um prazo significativo para analisar essas contas. Por uma questão de responsabilidade, temos de aguardar o desenrolar da operação [Lama Asfaltica], nossa comissão vai trabalhar para ter acesso dos documentos investigados”, disse.

O documento foi assinado pela relatora conselheira Marisa Monteiro Serrano, e traz em anexo os pareceres de cada ressalva apontada, com as explicações e recomendações. 

Lama Asfaltica

Puccinelli  é citado na Operação Lama Asfáltica, que investiga contratos e licitações feitos durante sua gestão no governo de Mato Grosso do Sul, com empreiteiras de João Amorim foco das investigações da Polícia Federal e Controladoria Geral da União.

Deputados da Assembleia Legislativa criaram este mês uma Comissão de Acompanhamento das investigações referentes à Operação “Lama Asfáltica”. A comissão foi criada com prazo indeterminado em função das investigações que ainda estão sendo feitas pela Polícia Federal.

A Operação Lama Asfáltica foi desencadeada no dia 9 de julho durante ação da Polícia Federal, CGU (Controladoria Geral da União) e Receita Federal em cumprimento de mandados de busca e apreensão de documentos em residências e empresa dos envolvidos em esquema de possíveis fraudes e licitações referentes a obras publicadas em Mato Grosso do Sul.