21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

#LUTO | PATRÔ

Patrocínio Salles de Arruda, um combatente da democracia

Lideranças políticas, autoridades e dirigentes de movimentos sociais lamentam sua morte

A- A+

As lutas democráticas e populares, o ativismo político e social e as resolutivas agendas confiadas ao serviço público em Mato Grosso do Sul perderam nesta 5ª-feira, 04 de março, um de seus grandes protagonistas: Patrocínio Sales de Arruda, o Patrô, deu nesta data seu último suspiro. Ele sofria de diverticulite. A sua morte repercutiu nos diversos meios políticos e sociais do Estado.

Natural de Pedro Gomes, aonde nasceu em 1º de outubro de 1956, Patrocínio era servidor da saúde pública, área em que atuou com invulgar dedicação, mas foi na política e nos movimentos sociais que revelou outra de suas grandes vocações. Nos anos 1980 contribuiu ativamente na luta pela restauração da democracia. Atuou em movimentos de massa, como a campanha das Diretas-Já, e partidos políticos. Foi militante da Juvenude do MDB e integrou o processo de fundação do PT (Partido dos Trabalhadores) no Estado.

Na administração pública e na política Patrocínio cumpriu missões importantes. Foi secretário de Desenvolvimento Econômico de Sonora, na gestão do ex-prefeito Zelir Machionni (Mano). Prestou serviços de assessoria e fez parte da coordenação de várias campanhas eleitorais, ajudando a eleger várias lideranças, entre as quais os deputados Pedro Kemp, Pedro Teruel, Vander Loubet e Antonio Carlos Biffi´e o governador Zeca do PT, além de diversos prefeitos, sobretudo na região Norte.

Patrocínio tinha formação na Escola Técnica Federal de Cuiabá, que é uma das mais antigas do Brasil. Muito bom em Matemática, defensor convicto da reforma agrária e do meio ambiente, não negava, porém, a perspectiva do desenvolvimento sustentável. Seu trabalho nessas áreas contribuiu com conquistas marcantes, em especial nos municípios do Norte, para os quais ajudou a viabilizar investimentos e projetos para a agricultura familiar, assentamentos e turismo.

MANIFESTAÇÕES

O deputado federal Vander Loubet (PT/MS) lamentou o falecimento do seu amigo e companheiro: "Foi uma perda muito repentina e inesperada. Aos familiares deixo minhas condolências e minha prece para que o amor de Deus possa confortar os corações", afirmou. O jornalista Edson Moraes assinalou: "Patrô tinha um sorriso único. Um sorriso que convencia antes da palavra. Sorriso de convicção, de fé e de entrega. Sorriso de quem veio para compartilhar".

O ex-deputado estadual petista Amarildo Cruz escreveu nas redes sociais: "Sempre comprometido com seus ideais, Patrocínio era um guerreiro, esteve ao nosso lado durante os mandatos de deputado estadual, erguendo bandeiras sociais, batalhando pelo povo. Presto minha total solidariedade à família. Patrocinio era uma pessoa especial e fará muita falta para todos nós".

A vice-presidenta da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Sueli Veiga Melo, considerou devastadora a tristeza que chegou com essa notícia: "Lamento muito a partida do companheiro Patrocínio, de muitas lutas e um dos fundadores do PT. Sempre foi uma referência para nós, do PT, na luta pela terra, por direitos e por um projeto voltado à classe trabalhadora. Meus sentimentos aos amigos e familiares. Patrocínio, Presente!"

O enterro de Patrô será nesta 6ª-feira (5. março.21) em Pedro Gomes.