02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Pedra critica Olarte e Siufi em defesa de prefeito chama Bernal de desequilibrado

A- A+

A sessão da Câmara de Vereadores de Campo Grande quase foi interrompida há poucos minutos devido a uma discussão entre os vereadores Paulo Pedra (PDT) e Paulo Siufi (PMDB) que brigaram por causa do ex-prefeito da Capital Alcides Bernal (PP).

A discussão começou quando Pedra criticou o atual prefeito Gilmar Olarte (PP) por aumentar o valor de impostos municipais e criar novos tributos. Embora não tenha especificado quais são as novas taxas, Pedra garantiu que de nada adianta Olarte criar novos impostos se a saúde pública municipal está caótica. Segundo vereador, faltam leitos e médicos nos postos de saúde que se encontram lotados. "A gripe H1N1 está se alastrando e provavelmente teremos um surto de dengue no ano que vem", afirmou Pedra.

Irritado com as acusações, o vereador Paulo Siufi (PMDB) defendeu Olarte e disse que Campo Grande foi refém de um anarquista chamado Alcides Bernal  e que a cidade se afundou em uma buraco "quase sem fundo" durante a gestão do ex-prefeito. "Quero dizer apenas duas coisas, Bernal deu calote nas 270 mil pessoas que votaram nele e foi perito em invasões. A última delas foi no Paço Municipal quando retomou o cargo de prefeito", afirmou Siufi.

Depois de alguns minutos, os vereadores se acalmaram e a discussão teve fim permitindo que a sessão fosse retomada.

Heloísa Lazarini e Tayná Biazus