25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Investimentos

Pedro Chaves visita obras e discute investimentos no Sudoeste

A- A+

O senador Professor Pedro Chaves (PSC\MS) visitou nesta sexta-feira (30) a Região Sudoeste do Estado, onde discutiu com prefeitos e vereadores investimentos em Bonito, Nioaque e Guia Lopes da Laguna. O parlamentar aproveitou para visitar obras que estão sendo executadas pela prefeitura com recursos que viabilizou para os municípios e participou também do Seminário Nacional da União das Câmaras de Vereadores.

“Sou um senador municipalista e por isso faço questão não só de estar presente a eventos como esse, que discute o papel do vereador e alternativas para aprimorar as relações do legislativo municipal na defesa dos interesses da população, como também visito regularmente as cidades de Mato Grosso do Sul, para ouvir in loco as reivindicações da comunidade, sem contar que as portas dos meus gabinetes em Brasília e Campo Grande estão sempre abertas para todos os prefeitos, vereadores e secretários que nos visitam em busca de recursos para os municípios”, afirmou Pedro Chaves, durante palestra no seminário, realizado no Centro de Convenções do Hotel Zagaya, em Bonito.

Investimentos – Depois de palestra, o senador foi para a prefeitura, onde se reuniu com o prefeito Odilson Soares, secretários municipais e vereadores, para discutir investimentos na cidade, considerada o maior destino do turismo ecológico do Brasil. Eles apresentaram a Pedro Chaves pedidos de recursos para concluir a pista de caminhada até o Balneário Municipal, a construção de pontes de concreto nas estradas vicinais, pavimentação e drenagem de ruas na área urbana, a revitalização do campus que a Universidade Federal implantou na saída para Bodoquena e hoje está com atividades reduzidas, além de verbas para a saúde.

“Bonito, como Corumbá, é considerada pelo governo federal como estância turística. Isso facilita o acesso a recursos do Ministério do Turismo. Vou pedir ao ministro Marx Beltrão as verbas para infraestrutura e conversar com o reitor Marcelo Turine sobre as alternativas para implantarmos aqui cursos vocacionados para a região e com isso revitalizar o campus da UFMS”, afirmou Chaves.

Guia Lopes e Nioaque - Depois, o senador seguiu para Guia Lopes da Laguna, onde se reuniu com o prefeito Jair Scapini, vereadores e secretários na prefeitura, e vistoriou as obras de drenagem e pavimentação das ruas Mato Grosso, Guanabara, Ovídio e Antônio Oliveira, executadas com recursos de R$ 1,9 milhão, fruto de uma emenda ao Orçamento da União que Chaves conseguiu reativar. O prefeito agradeceu o trabalho do senador e pediu uma patrulha mecanizada para fazer a manutenção das estradas vicinais, além de recursos do Programa Avançar Cidades, para realizar investimentos em saneamento e pavimentação.

A última etapa da visita de Pedro Chaves ao Sudoeste aconteceu em Nioaque, onde foi recebido pelo prefeito Valdir Jr. e autoridades da região na sede da prefeitura. O prefeito agradeceu a visita e lembrou que, em março, recebeu um telefonema do senador comunicando a viabilização de R$ 400 mil para a reforma e ampliação da Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, onde será implantado um centro cirúrgico e funcionará a maternidade do município. A verba já chegou e a licitação ocorre dia 4 de julho.


Chaves anunciou que está em busca de R$ 675 mil para reestruturação da praça de esportes da cidade e, em seguida, visitou o CRAS, onde, emocionado, assistiu a apresentações do coral de crianças e do grupo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, formado por homens e mulheres da melhor idade. Ele esteve também na Unidade de Pronto Atendimento 24 horas e vistoriou a Rua Primeiro de Março que está sendo recapeada.

O senador foi homenageado pelo comandante do 9º Grupo de Artilharia de Campanha (9º GAC) – unidade do Exército Brasileiro sediada no município, tenente coronel Moacyr Azevedo Couto Junior , que o convidou para participar das comemorações dos 150 anos da Retirada da Laguna, um dos episódios mais marcantes da Guerra do Paraguai, que será lembrado em 13 de julho com uma encenação teatral que reunirá centenas de militares em Nioaque.