20 de abril de 2021
Campo Grande 31º 19º

Personagem central de confusões e polêmicas, Djalma Machado é exonerado

Personagem principal de polêmicas com jornalistas e até vereadores, o superintendente de comunicação da Prefeitura de Campo Grande, Djalma Machado Jardim Neto, foi exonerado do cargo de assessor-executivo, lotado na Secretaria de Governo e Relações Institucionais e teve revogado decreto que o designou superintendente de comunicação.

Djalma já foi flagrado por fotógrafo da Capital  fazendo gestos obscenos a vereadores da Capital durante sessão que culminou na cassação de Alcides Bernal (PP) em março de 2014, e posteriormente a isso, ele se envolveu em discussões em redes sociais.

Recentemente, Djalma se envolveu em nova polêmica com repórter fotográfica da Capital ao exigir que ela lhe mostrasse fotos do prefeito durante agenda pública. O ex-superintendente é réu em processos que tramitam na Justiça de Santa Catarina.

Djalma responde no Juizado Federal de Vara e Falências e das Execuções Fiscais de Florianópolis por processo de execução fiscal junto a Receita Federal. O órgão teve que penhorar bens da empresa e de Djalma para que a dívida fosse quitada junto ao órgão federal.

O publicitário tem ainda contra si mais 4 processos junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina, dois por usucapião, um por telefonia e o último também por dívida. Quando ele juntamente com o sócio em outra empresa, a Madereira Abrão deixaram de quitar o empréstimo junto a uma factoring, a Labor Consultoria e Fomento Mercantil.