18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 20º

Eleições 2016

Pesquisa mostra quadro inalterado e Marquinhos mantém diferença

Índices da amostragem apontam que Rose não conseguiu diminuir a distância a 17 dias da eleiçã

A mais recente pesquisa do Instituto Valle, realizada de nove a 13 deste mês e comparada com amostragem anterior, aferida de quatro a oito de outubro, indica que o candidato do PSD, Marquinhos Trad, mantém a mesma diferença sobre Rose Modesto, do PSDB. Se as eleições do segundo turno em Campo Grande fossem hoje, Marquinhos venceria com acentuada folga, considerando-se os diferentes métodos de consulta utilizados pelo Instituto.

Na entrevista espontânea a diferença favorável ao pessedista é de pouco mais de 18 pontos percentuais - ele tem 43,76% e ela 25,64%. Os indecisos somam 18,25% e os eleitores que querem anular o voto ou votar em branco 12,35%. Na estimulada, a vantagem é um pouco maior, de quase 20 pontos: Marquinhos aparece com 48,11% e Rose com 28,33%. Os eleitores de voto em branco e nulo são 12,58% e os indecisos 10,98%.

Ainda na estimulada, mas considerando somente os votos válidos, a dianteira de Marquinhos chega a quase 27%, com seus 63,02% de intenções de voto contra 36,98% de Rose. A tucana é a líder no quesito rejeição, conforme os índices apurados pela Valle: 38,58% dos eleitores afirmaram não votar nela de jeito nenhum e 21,05% disseram o mesmo sobre Marquinhos. Osvotos brancos e nulos chegam a 26,70% e os indecisos a 13,67%.

Foram entrevistados 850 eleitores nas regiões urbanas do Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussú, Lagoa, Prosa e Segredo, além dos distritos de Anhanduí e Rochedinho, nos dias nove,10, 11, 12 e 13. Protocolada na Justiça Eleitoral com o registro MS-02345/2016, a pesquisa adota 95% de nível de confiança e 3,4% na margem de erro, para mais ou para menos.

A Pesquisa foi realizada com 850 eleitores do município de Campo Grande, nas sete regiões da Capital e nos distritos de Anhandui e Rochedinho. A margem de erro é de 3,4% para mais ou para menos, considerando-se um nível de confinça de 95%. Contratada por João Filho Lopes dos Reis, a pesquisa está registrada no TRE com o numero MS-02345/2016.