16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

Eleições 2016

Pesquisa Valle: eleitor consolida liderança de Marquinhos

Considerados só os votos válidos e a margem de erro, pontuação do líder está perto da conta que dispensa o segundo turno

O Instituto de Pesquisas Valle, que vem realizando pesquisas regulares ao longo da campanha sucessória em Campo Grande, divulga neste sábado, 24, sua mais recente consulta sobre a intenção de votos dos eleitores. A exemplo das anteriores, esta amostragem traz mais uma vez o candidato Marquinhos Trad (PSD) à frente dos outros 14 concorrentes. 

Na espontânea Marquinhos Trad (PSD) está com 39,76% e Rose Modesto (PSDB) é a segunda colocada, com 23,64%, e em princípio não é incomodada pelo prefeito Alcides Bernal (PP), mencionado por 8,23%. Nas pontuações abaixo dos três primeiros estão o Coronel Davi (PSC), com 1,05%; Marcos Alex (PT), 0,58%; Marcelo Bluma (PV) e Suel Ferranti (PSTU), 035%; Solange Santos (Psol) e Athayde Nery Jr (PPS), 0,25%. Os votos em branco, nulos e eleitores indecisos compõem um bloco de 25,58% dos entrevistados.

Na pesquisa estimulada, o Instituto Valle apurou também que Marquinhos Trad tem a liderança na preferência dos eleitores, com 46,47%, e em relação à espontânea abre distância ainda maior sobre Rose (25,64%) e Bernal (11,05%). A seguir aparecem Coronel Davi (1,88%), Alex e Bluma (070%); Suel (0,58%); Rosana (0,35%); Athayde (0,23%). Com 0,11% dividem a última posição Pedrossian Filho (PMB), Aroldo Figueiró (PTN), José Arce (PCO), Adalto Garcia (PRTB), Elizeu Amarilha (PSDC) e Lauro David (Pros), todos com 0,11%. Os indecicos e os que pretendem votar em branco ou anular o voto somam 11,74%.

SÓ VÁLIDOS - Numa das simulações, feita no universo exclusivo dos votos válidos, Marquinhos tem mais pontos percentuais que a soma dos demais candidatos, com uma diferença bastante próxima dos limites que definem se haverá ou não segundo turno.  O candidato pessedista chega a 52,59% e supera as intenções de voto dos outros candidatos, a saber: Rose (29,10%); Bernal (12,51%); Coronel David (2,33%); Alex e Bluma (0,79%); Suel (0,66%); Rosana (0,39%); Athayde (0,26%); Pedrossian Filho, Figueiró, Arce, Adalto, amarilha e Lauro (0,13%).

REJEIÇÃO - Os entrevistadores perguntaram aos eleitores em quem não votariam de jeito nenhum. As respostas dos entrevistados fizeram novamente de Bernal o candidato com o maior índice de rejeição: 31,29%, duas vezes e meia a pontuação do segundo colocado, Alex do PT (12,58%), que tem logo atrás de si a tucana Rose (11,64%) e o pessedista Marquinhos (8,82%). Com menores taxas de rejeição: Suel (0,58%), Athayde, Coronel David, Pedrossian Filho e Bluma (0,47%); Figueiró e Adalto (0,23%); Amarilha, Rosana e Arce (0,11%). O candidato Lauro David não foi mencionado por nenhum eleitor nesse quesito.

Foram entrevistados 850 eleitores de 18 a 23 deste mês. Contratada por Antonio José Ueno e protocolada na Justiça Eleitoral com o registro MS-06651/2016, a pesquisa considera 95% no índice de confiança e 3,4% na margem de erro, para mais ou para menos. O Instituto Valle Pesquisas´tem sede em Campo Grande e seu CNPJ é 24314181000199.