03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Respeito X Preconceito

'Pessoas se tratam igual, sem discriminação' diz Grazielle

A- A+

Na sexta-feira (18) a deputada estadual Grazielle Machado (PR) postou em sua rede social Facebook uma indignação, segundo a deputada o vereador conhecido como Prof. Ailton foi proibido de se filiar ao PR por ser homossexual. 

"Ontem, fui filiar o vereador Prof. Ailton, de Amambai, no PR, para concorrer com força, para prefeito. E, o presidente municipal do partido Dirceu Lanzarini, junto com uma comitiva de vereadores como Fisher, etc... Não me deixaram filiar". Sabe porque? Porque, Ailton é gay. O Partido da República, em Amambai, não me representa.

A equipe do MS Notícias conversou com Grazielle nesta segunda-feira (21), a deputada disse estar tranquila, pois o caso já foi resolvido e o Prof. Ailton foi filiado ao partido. De acordo com Graziele o presidente municipal do partido em Amanbai e todos da comissão que não aceitaram a filiação do vereador por sua opção sexual, foram destituídos do partido.

“Essa filiação foi uma conquista não só para o PR, mas para que todos saibam que as pessoas tem que ser tratadas igualmente, sem discriminação. Todos foram destituídos do partido, nós vamos nos reunir daqui uns dias e organizar uma nova comissão da sigla em Amambai. O nome do Prof. Ailton é forte para prefeitura e tenho certeza que vai ser uma ótima eleição”.

Grazielle comemorou a filiação do vereador e novamente postou em sua rede social o quanto ficou satisfeita com a destituição de pessoas que segundo ela agiram com preconceito e não a representava dentro do PR em Amambai.

“Valeu dar a cara a "tapa". Gritei e os meus amigos da fanpage, imprensa, galera de todo lado e a gente boa de Amambai, me ajudaram a tornar a minha voz mais forte! Quem barrou o nome do Ailton, por ser gay, foi destituído do partido, saíram pela porta dos fundos. Agora sim, o Partido da República em Amambai, me representa. O RESPEITO, VENCEU O PRECONCEITO!”.