25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Petistas de MS comemoram crescimento de Dilma sobre Aécio Neves

A- A+

O prefeito de Corumbá e presidente regional do PT (Partido dos Trabalhadores), Paulo Duarte, acredita que o resultado da pesquisa do Ibope, divulgada ontem que mostra queda do candidato à presidênica da República Aécio Neves (PSDB) de oito pontos percentuais se for comparada com a última pesquisa divulgada pelo instituto, comprova que o eleitor notou a “arrogância” do tucano, “que agia como se fosse o vencedor” das eleições de 2014.

“Essa queda mostra toda a prepotência e arrogância do Aécio, que achava que já tinha vencido as eleições deste ano. A forma como ele trata as pessoas comprova toda a arrogância e o despreparo e o jeito de playboy que ele tem. Na visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na semana passada a Campo Grande, ele disse algo que ficará marcado, que as máscaras caem no segundo turno e é isso que está acontecendo com o Aécio”, diz Paulo Duarte.

Na pesquisa divulgada ontem pelo Ibope, a candidata a presidente da República, Dilma Rousseff (PT) aparece com 54% dos votos válidos contra 46% de Aécio Neves.  Em comparação à pesquisa anterior do Ibope, divulgada na quarta-feira da semana passada, Dilma cresceu seis pontos percentuais nos votos totais (43% para 49%), enquanto Aécio perdeu quatro pontos percentuais (45% para 41%).

Ao analisar o crescimento de Dilma na reta final de campanha, o deputado federal Antonio Carlos Biffi (PT) disse que a mídia estava “segurando” os resultados, na tentativa de incentivar os eleitores a votarem no candidato tucano. “A grande mídia segurou o crescimento da Dilma e agora tem que soltar porque estamos próximos do verdadeiro resultado, que será a vitória da presidente no domingo”.

Biffi afirmou que ao tecer ataques à Dilma nos debates, Aécio perdeu o apoio das mulheres. “Esses ataques dele ajudou muito ele a ter uma grande rejeição. E tem outro fato também, ele bate em mulher, já vimos diversas denúncias do Aécio comprovando que ele é um playboy que bate em mulheres”.

Concordando com o deputado petista, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT) disse que Aécio não passa credibilidade e mostra um forte despreparo para administrar o país, já que utiliza seu tempo nos debates para “atacar” Dilma.

“Com esses ataques ele mostrou um grande despreparo, uma falta de caráter da parte dele, falta de respeito, ele bate em mulheres e isso ficou claro. Ele deveria respeitar a Dilma, porque ela é candidata sim, mas também é presidente da República e merece ser respeitada assim como todas as mulheres do Brasil”.