29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

CHAMADO

Planalto convoca ministro da Justiça após prisão de Queiroz, diz jornal

No Twitter, o senador Flávio Bolsonaro afirmou que a prisão era uma movimentação para atacar o presidente Jair Bolsonaro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, foi convocado na manhã desta quinta-feira (18) para ir ao Palácio do Planalto após a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Queiroz estava na casa do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, em Atibaia (SP), há um ano.

Tanto Flávio quanto Wassef disseram em 2019 não saber do paradeiro de Queiroz. De acordo com o Painel, da Folha, Mendonça cancelou compromissos e se dirigiu ao Planalto. No Twitter, o senador Flávio Bolsonaro afirmou que a prisão era uma movimentação para atacar o presidente Jair Bolsonaro.

Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) comentou o caso. O parlamentar afirmou em seu Twitter estar tranquilo com os acontecimentos.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram expedidos em um desdobramento da investigação que apura esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).