27 de novembro de 2021
Campo Grande 32º 21º

Plano B do PT, Ricardo Ayache deverá ajudar a trazer votos de servidores estaduais

A- A+

Com a desistência de Sergio Longen, presidente da Fiems (Federação da Indústria de Mato Grosso do Sul) de concorrer a uma vaga no Senado na chapa do PT, o presidente da Cassems, Ricardo Ayache, é o atual pré-candidato do PT ao Senado. De plano B, Ayache se tornou atração principal e agora tem como missão angariar votos dos servidores estaduais por estar há quatro anos á frente da Cassems. E mais, Ayache  foi reeleito, em 2012, com mais de 93% dos votos, o que representa aceitação maciça dos servidores estaduais.Filiado ao PT há 13 anos, Ayache agora tem a missão de ser o interlocutor do partido com um setor da sociedade sul-mato-grossense que representa aproximadamente 180 mil pessoas, que é o número de servidores filiados a Cassems, ou seja são 180 mil eleitores em potencial. Para isso, Ayache contará com apoio de grandes lideranças petistas como o deputado federal Vander Loubet e o ex-governador Zeca do PT. “O Ayache já aceitou nosso convite e será nosso pré-candidato ao Senado. Com Ayache temos o apoio de mais de 180 mil pessoas que são filiadas à Cassems e isso é muito importante. O Ayache é jovem, é médico, fez um excelente trabalho na Cassems, revolucionando a saúde do nosso Estado e isso é muito bom para o PT”, afirma Vander. Já o ex-governador e vereador Zeca do PT publicou hoje pela manhã em seu perfil no Facebook a seguinte declaração: "Hoje é um dia feliz para todos os petistas. Com a desistência do Sérgio Longen da Fiems (PTB) para vaga para o Senado, estamos confirmando o pré-candidato do PT, Ricardo Ayache para o Senado. Quero dizer para todos os companheiros e companheiras , que eu vou fazer tudo que for possível para termos mais um senador do PT.  Quebrou a cara, quem pensava que o Ricardo do PT Ayache seria um candidato de faz de conta. Estamos juntos rumo a vitória." Heloísa Lazarini e Dany Nascimento