22 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 18º

Polícia militar reforça segurança em audiência sobre demarcação de terras indígenas

A PM (Polícia Militar) reforçou hoje a segurança na ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) que promove uma audiência para discutir a PEC 215/2000 que prevê a obrigatoriedade que chefe do executivo estadual e municipal participem dos estudos para demarcação e terras indígenas em seus respectivos territórios. Cerca de 30 policiais militares estão no plenário da ALMS e três federais acompanham as autoridades da união vindas de Brasília. A audiência, que começou há quase uma hora, conta com a presença do governador do estado André Puccinelli (PMDB) e dos deputados federais Reinaldo Azambuja (PSDB) e Luiz Henrique Mandetta (DEM). Segundo o deputado Reinaldo Azambuja, hoje deverá ser discutido estritamente o conteúdo da PEC e não o posicionamento dos lados envolvidos. "Não vamos discutir lados, vamos ouvir todos, índios, produtores rurais, a população". Já o governador André Puccinelli fez questão de ressaltar que para resolver o problema da demarcação de terras é preciso entender que índios não são diferentes ou melhores que negros, brancos, e sim que todos são brasileiros, por isso devem ter os mesmos direitos e deveres. Heloísa Lazarini e Dany Nascimento