30 de outubro de 2020
Campo Grande 24º 18º

Prefeito é notificado hoje de manhã sobre liminar que reconduziu Bernal ao cargo

Uma reunião entre o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), vereadores da Capital e alguns secretários, aconteceu no final da manhã de hoje onde a pauta foi a invasão à Prefeitura Municipal, realizada na última quinta-feira, pelo ex-prefeito Alcides Bernal, vereadores que integravam a sua base e ex-secretários de seu mandato. No primeiro momento, Olarte fez questão de informar a todos os presentes que, somente hoje foi notificado sobre a liminar que reconduziu o ex-prefeito, Alcides Bernal (PP), ao cargo por poucas horas. “Hoje às 9h37 eu recebi a notificação que deveria nortear a mudança do juiz na quinta-feira”. Essa notificação refere-se à ação popular movida por vereadores de oposião, contra o ato que determinou a cassação de Bernal no último dia 12 de março. O prefeito também afirmou que após a conclusão do levantamento do que foi depredado e furtado do Paço Municipal, ma quinta-feira, irá responsabilizar Bernal criminalmente. O prefeito informou que os processos serão encaminhados ao MPE (Ministério Público Estadual) e MPF (Ministério Público Federal, Câmara de Vereadores, Tribunal de Contas da União. OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Estado. Para o presidente da Câmara de Vereadores, Mário César (PMDB), as ações simultâneas, onde prédios de diversas secretarias como  a SAS (Secretaria de Assistência Social), Cecom (Central de Compras), Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) e Secom (Secretaria de Comunicação), IMTI (Instituto Municipal de Tecnologia da Informação), Centra do Cidadão, dentre outros, foi orquestrada. “Quando o Alcides Bernal pegou a ação, parece que acionou um botão e todas as secretarias foram invadidas”, disse. Mário César falou que estranhou a atitude de Bernal, pois para que ele voltasse a sentar na cadeira do prefeito, primeiramente Gilmar Olarte deveria ser notificado, para após a Câmara de Vereadores empossar novamente Bernal, e então serem feitas as exonerações dos servidores. “Os vereadores que estavam junto deveriam ter orientado, eles são conhecedores da lei e deveriam saber. Foi uma ação de irresponsabilidade”. Estavam presentes na reunião, com exceção dos cinco vereadores que acompanharam Bernal na quinta-feira, os vereadores Coringa, Mário César, Elizeu Dionísio, Eduardo Romero, Paulo Siufi, Magali Picarelli, Chocolate, os titulares, Edil Albuquerque da Sedesc ( Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Turismo e do Agronegócio), André Scaff , atual secretário de Planejamento, Finanças e Controle, Valtenir Alves de Brito, da administração, secretário de governo, Rodrigo Pimentel, além do procurador geral do município, Fabio Castro Leandro. Nova decoração – O prefeito aproveitou o final de semana e redecorou o Gabinete do Prefeito, com uma nova cadeira, e um novo quadro com imagens da cidade antiga além de peças decorativas. Tayná Biazus