18 de abril de 2021
Campo Grande 30º 19º

Política

Prefeitos da fronteira se unem para ampliar leitos de UTI

Ponta Porã cede prédio de CAPS para receber equipamentos

O Prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo PSDB, recebeu na manhã desta quarta-feira, os Prefeitos de Amambai Edinaldo Luiz de Melo Bandeira PSDB, Marcelo Pé DEM de Antônio João e Alexandrino Garcia PSDB de Aral Moreira.

O Prefeito Edinaldo Luiz de Melo Bandeira representa a frente de prefeitos do conesul, que engloba 14 Prefeituras. A ideia desta frente é criar alternativas para o combate ao coronavírus. "Pretendemos criar mais 10 leitos UTI e 20 leitos clínicos aqui em Ponta Porã. Desta forma, vamos desafogar outros centros que já estão com sua capacidade máxima de atendimento", disse Dr. Bandeira.

"Nós vivemos o pior momento em relação ao covid-19 e Ponta Porã tem um prédio construído que será utilizado como CAPS e está disponibilizado para ampliar para a instalação dos 10 leitos UTI e 20 leitos clínicos no atendimento covid-19. O Govenador Reinaldo Azambuja, que é extremamente Municipalista e tem sido sensível a estas questões, será favorável a esta demanda da região", disse Hélio Peluffo.

O Diretor do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, Demétrius do Lago Pareja, afirmou que caso seja concretizada a parceria entre Prefeituras e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, o Instituto Acqua precisa de 7 a 10 dias para colocar em pleno funcionamento a nova unidade. "Precisamos ajustar e padronizar algumas coisas e a partir daí, teremos condições de ampliar o atendimento para Ponta Porã e a outros Municípios da região", disse Demétrius.

Ao final da reunião entre a frente de Prefeitos, foi elaborado um documento que foi encaminhado à Secretaria Estadual de Saúde, contendo a demanda. Prefeitos aguardam agora o apoio estadual para implantar a estrutura. ]

* Assessoria de Comunicação

Sugestão de Legenda: Prefeitos estiveram reunidos hoje em Ponta Porã buscando alternativas para o enfrentamento ao covid-19