15 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

Prefeitos do interior debatem impactos da duplicação da BR-163 no Estado

Os prefeitos dos municípios que serão afetados pelas obras de duplicação e modernização da BR-163 se reúnem na manhã de hoje em Campo Grande para discutir os impactos causados pelo empreendimento. Durante o encontro, que teve início há pouco, no plenário da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) serão apresentados pela CCRMS  Via, consórcio que venceu a licitação para explorar o pedágio,  os detalhes da obra, assim como serão discutidos os benefícios e vantagens dos municípios atingidos. Pelo acordo, a empresa terá o prazo de cinco anos para realizar a duplicação total da rodovia, de Sonora (na divisa com Mato Grosso), até Mundo Novo (na divisa com o Paraná). Além disso, a CCR implantará uma série de serviços, como sistema de controle de tráfego (com sensoriamento de pista, painéis de mensagens, câmeras de vigilância e controle de velocidade) e sistema de atendimento aos motoristas, prevendo atendimento médico e socorro mecânico, além de instalação de pontos de apoio e parada. O investimento da empresa na BR-163 vai atingir quase R$ 6 bilhões. Heloísa Lazarini