27 de setembro de 2020
Campo Grande 39º 25º

Presidente da Câmara afirma que Bernal deixa claro sua fragilidade emocional em vídeo que ataca juíz

O presidente da Câmara de Vereadores, Mário César (PMDB) garantiu que a Casa de Leis irá cumprir qualquer que seja a determinação judicial em relação ao retorno ou não do ex-prefeito Alcides Bernal (PP) à prefeitura de Campo Grande, mas ponderou que sua expectativa é de que a justiça mantenha a última decisão que afastou Bernal da prefeitura. "Vamos cumprir o que a justiça determinar, mas se a decisão se a decisão for contrária ao que pensamos veremos com procuradoria da Câmara qual procedimento podemos adotar, mas espero que a justiça mantenha o que já foi determinado porque tudo foi feito dentro da legalidade com  transparência", explica. Mário destaca que a volta de Bernal para prefeitura pode trazer prejuízos ao município devido à falta de preparo técnico e administrativo do ex-prefeito e ao seu desequilíbrio emocional. "Essas oito horas que Bernal voltou a ser prefeito ele demonstrou desequilíbrio e Campo Grande não merece um administrador desequilibrado, e o vídeo em que ele aparece criticando o judiciário caracteriza inabilidade emocional e técnica de gestor público." Para o presidente da Câmara, a população da Capital está sofrendo co a escolha que fez nas urnas em 2012. "Ele primeiro culpava os vereadores, depois passou a culpar a classe política agora ele mira o canhão para o judiciário. Quando ele vai assumir que ele tem má formação enquanto gestor?", questiona Mário César. Heloísa Lazarini e Dany Nascimento