20 de abril de 2021
Campo Grande 32º 19º

Câmara

Projeto de repasse a entidades de assistência social é aprovado

Durante a sessão tumultuada de hoje (5) na Câmara de Vereadores, várias organizações de diversas vertentes da sociedade civil estão realizando suas reivindicações juntos aos parlamentares. Uma delas é referente às entidades de assistência social do município que alegam não terem recebido nenhum repasse por parte da prefeitura.

A questão foi desmembrada, votada e aprovada pelos parlamentares garantindo o repasse de R$ 2.258,000 milhões as organizações não-governamentais, que estão regularizadas, e que prestam atendimento de assistência social. 

Ontem (4) o prefeito Alcides Bernal (PP) disse em uma reunião na governadoria que “toda entidade que estiver em dificuldade pode comparecer a Prefeitura Municipal de Campo Grande porque existe uma determinação expressa do prefeito pra que se solucione o problema, sendo ele de ordem documental ou de prestação de contas”

Entretanto, a vice-presidente do Conselho e Coordenadora das entidades de Assistência Social de Campo Grande, Sueli Gomes, disse que as 31 entidades, do total de 79, que estão sem receber não possuem nenhuma irregularidade na documentação necessária para realização do convênio. “Todas estão com os documentos em dia, não tem nada que o impeça de realizar o repasse, ele não pagou porque não quis, são quatro meses de atraso”.

“Nós estamos desde janeiro sem receber, as contas de águas e luz estão atrasadas, eu to fazendo um empréstimo para pagar as dívidas e comprar comida para as crianças, meus documentos foram entregues no dia 15 de março na Secretaria de Assistência Social (SAS) e até agora não chamaram a gente para assinar o convênio, estamos funcionando desde janeiro sem verba”, disse a representante da Associação de Moradores do Bairro Jardim das Perdizes, Eurides da Costa.

Bernal afirma que essa situação inexiste,segundo ele “tem que ver qual é a entidade, qual o nome dessa entidade, se é que elas não estão recebendo”.