28 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 22º

Política

Projeto dobra limite de renda para ser microempreendedor individual

A- A+
Deputado Nivaldo Albuquerque discursa no Plenário da Câmara
Nivaldo quer facilitar a ação empresarial do pequeno negócio

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 27/21 amplia o limite de receita bruta para enquadramento como microempreendedor individual (MEI), que passará a ser de até R$ 162 mil no ano anterior ou o equivalente a R$ 13,5 mil por mês.

A proposta em tramitação na Câmara dos Deputados altera o Estatuto da Micro e Pequena Empresa e dobra o limite vigente, de até R$ 81 mil no ano anterior ou o equivalente a R$ 6,75 mil por mês.

"O enquadramento como MEI é de grande relevância social e econômica, pois tem o condão de inserir na legalidade os trabalhadores informais que atuam por conta própria", disse o autor, deputado Nivaldo Albuquerque (PTB-AL).

O MEI beneficia-se de sistema de tributação simplificado (Previdência Social e impostos locais). Mas só pode contratar um único empregado, que receba exclusivamente um salário mínimo ou o piso salarial da categoria profissional.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei complementar

Reportagem Ralph Machado
Edição Natalia Doederlein